Série Relações Diplomáticas: Brasil – Eslovênia


Os Correios do Brasil homenageiam a República da Eslovênia com uma emissão que destaca duas raças equinas. Pelo Brasil o Manga-larga Marchador e pela  Eslovênia  o cavalo da raça eslovena Lipicanec.

O lançamento aconteceu em Brasília, em 21 de junho, às 19 horas, na Câmara Legislativa do Distrito Federal, por ocasião da comemoração dos 25 anos da Independência da República da Eslovênia.


SOBRE OS SELOS

Os selos desta Série focalizam dois cavalos de raça, representações equinas do  Brasil e da Eslovênia. Em cada selo, os cavalos encontram-se em áreas de pasto, dando ideia - de nobreza e liberdade, ostentando, cada um, a bandeira nacional  de seus países. O Brasil é representado pelo MANGALARGA MARCHADOR, caracterizado pela grandeza do porte e marcha diferenciada, denotando o requinte da raça. O selo dedicado à Eslovênia destaca o cavalo da raça LIPICANEC, representado de forma altaneira, com exuberante crina, em posição de cavalgada, mostrando a beleza e a elegância da raça. Foram utilizadas as técnicas de fotografia e computação gráfica.

ABOUT THE STAMPS

The stamps in this series focus on two horse breeds, equine representations of Brazil and Slovenia. In each stamp, the horses are in grazing areas, giving an idea of nobility and freedom, displaying, each one, the national flag of theircountry. Brazil is represented by the MANGALARGA MARCHADOR, characterized by its noble poise, denoting the refinement of the breed. The stamp dedicated to Slovenia highlights the LIPIZZANER horse breed, represented very proud with lush manes, in riding position, showing the beauty and elegance of the breed. Photography techniques and computer graphics were used.


DETALHES TÉCNICOS

Edital nº 7

Fotos: Selo Brasil - Kiko Catelli

Selo Eslovênia - Karolina Wengerek

Arte-finalização: Jamile Costa Sallum - Correios

Processo de Impressão: ofsete

Folha: 30 selos, 15 de cada selo

Papel: cuchê gomado

Valor facial: R$ 3,55 cada

Tiragem: 600.000 selos, 300.000 de cada

Área de desenho: 25mm x 35mm

Dimensão do selo: 30mm x 40mm

Picotagem: 12 x 11,5

Data de emissão: 21/6/2016

Local de lançamento: Brasília/DF

Peça filatélica: Envelope de 1º Dia de Circulação

Impressão: Casa da Moeda do Brasil

Versão: Departamento de Gestão Cultural/Correios

Código de comercialização: 852012187


TECHNICAL DETAILS

Stamp issue nº 7

Photos: Stamp Brazil - Kiko Catelli

Stamp Slovenia - Karolina Wengerek

Art finishing: Jamile Costa Sallum - Correios

Print system: offset

Sheet size: 30 stamps, 15 of each stamp

Paper: gummed chalky paper

Face value: R$ 3.55 each stamp

Issue: 600,000 stamps, 300,000 of each stamp

Design area: 25mm x 35mm

Stamp dimension: 30mm x 40mm

Perforation: 12 x 11.5

Date of issue: June 21st, 2016

Place of issue: Brasília/DF

Philatelic item: FDC

Printing: Brazilian Mint

English version: Department of Cultural Management/Correios Brasil

Code: 852012187


Série Relações Diplomáticas: Brasil – Eslovênia


Mangalarga Marchador - a raça nacional


Fundada em 16 de julho de 1949, com sede no Parque de Exposições da Gameleira, em Belo Horizonte, Minas Gerais, a Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Mangalarga Marchador (ABCCMM) é uma entidade civil, sem fins lucrativos, credenciada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) para fazer o registro genealógico oficial dos animais e dar suporte aos seus criadores. A ABCCMM congrega, hoje, mais de 11.500 associados, sendo cinco mil em Minas Gerais. Possui 69 núcleos e associações de criadores nos principais estados brasileiros, contando com rebanho nacional de 489 mil animais, dos quais 220 mil cabeças estão concentradas em Minas Gerais. No Brasil, o Mangalarga Marchador surgiu no sul mineiro há cerca de 200 anos, e teve como berço a fazenda Campo Alegre, que pertencia a Gabriel Francisco Junqueira, o Barão de Alfenas, a quem é atribuída a responsabilidade pela formação da raça. Docilidade e comodidade caracterizam o Mangalarga Marchador, resultado de um cruzamento entre animais trazidos da Coudelaria de Alter do Chão, em Portugal, com cavalos selecionados pelos criadores da região mineira. A inteligência, a rusticidade, a resistência e a marcha, diferenciada de outros marchadores do mundo, fazem do Mangalarga Marchador uma raça única e apaixonante. Um decreto presidencial sancionou a Lei nº 12.975, de 19 de maio de 2014, declarando nacional a raça de cavalo Mangalarga Marchador, que passa a compor essa emissão de selos dos Correios, da Série Relações Diplomáticas, propagando os valores equinos nacionais do Brasil e da Eslovênia.


Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Mangalarga

Marchador (ABCCMM)


LIPICANEC - o cavalo incrível


A Eslovênia é um dos menores e mais novos países do globo, que apareceu nos mapas mundiais em 1991, pelo que, neste ano, comemora-se os 25 anos de sua independência. A particularidade que marca o país é, sem dúvida, a sua posição geográfica no contexto de quatro grandes regiões europeias - a dos Alpes, a  dinárica, a panónica e o mar Adriático. Tem 2 milhões de habitantes, sendo  conhecida pela riqueza de suas florestas e exuberância da fauna, da qual  destaca-se  o cavalo da raça LIPICANEC, criada em Lipica, uma pequena cidade do litoral, perto da fronteira com a Itália. Desde 2004, a Eslovênia é membro da  União Europeia e da OTAN – Organização do Tratado do Atlântico Norte, sendo, ainda, destacada por marcos importantes como a sua presença, em 2007, na  zona do Euro, e, em 2008, como presidente do Conselho da União Europeia. O que faz esse cavalo tão especial é o fato de que ele nasce preto e, depois, entre cinco e sete anos, torna-se quase completamente branco. Além disso, tem uma  aptidão especial para o adestramento clássico e para carregar carruagens leves. Pela beleza e elegância, esses cavalos tornaram-se famosos em todo o mundo. Os admiradores da raça LIPICANEC ficam encantados pelos movimentos suaves e elegantes, somente realizados por cavalos com o máximo de adestramento possível. Os antepassados da raça LIPICANEC têm suas origens em Coudelaria Lipica, fundada em maio de 1580. O início da criação da raça é considerado o dia 19 de maio de 1580, quando o arquiduque de Habsburgo, Carlos II, filho de César Ferdinando I, de Habsburgo, adquiriu o terreno da Lipica do Bispo do Trieste. Posteriormente, começaram a cruzar os cavalos da Lipica com as raças nobres da Espanha, Itália e países árabes. O surgimento dessa raça tem um vínculo forte com o desenvolvimento da equitação, com base em adestramento clássico. A Coudelaria Lipica criava os cavalos para a famosa Escola de Equitação Espanhola de Viena e da Corte vienense, até o início da Primeira Guerra Mundial, em 1914. Durante séculos, vários tipos de garanhões foram criados, sendo somente seis tipos clássicos conservados: o Majestoso, Neapolitano, Conversano, Favory e Pluto in Siglavy. No mesmo período, 17 gerações de éguas foram preservadas. Os nomes Lipicanec e Coudelaria Lipica estão associados à história de uma árvore, tília (em esloveno lipa), um dos símbolos nacionais da Eslovênia. No século XIV, onde atualmente fica a Coudelaria Lipica, houve uma vinícola cujo nome era Pri lipici (ao lado da tília), origem do nome da cidade e, posteriormente, da raça do cavalo. Os selos ora emitidos pelos Correios do Brasil destacam as raças MANGALARGA MARCHADOR e a LIPICANEC, consagradas pela nobreza, e por representarem o orgulho do Brasil e da Eslovênia, unidos na Série Relações Diplomáticas.


Alain Brian Bergant

Embaixador da República da Eslôvenia no Brasil


Diplomatic Relations Series: Brazil - Slovenia


Mangalarga Marchador – the National breed


Founded on July 16th, 1949, with headquarters in the Park of Exhibitions of Gameleira, in Belo Horizonte, Minas Gerais State, the Brazilian Association of Mangalarga Marchador Horse Breeders (ABCCMM) is a non-profit civil entity, accredited by the Ministry of Agriculture, Livestock and Food supply (MAPA) to make the genealogical record of the animals and support its creators. The ABCCMM has more than 11,500 members, from which 5000 in Minas Gerais. The organization has 69 cores and associations of breeders in the main Brazilian States, with 489,000 animals, of which 220,000 are concentrated in Minas Gerais In Brazil, the Mangalarga Marchador emerged in the South of Minas Gerais about 200 years ago, and started at the farm Campo Alegre which belonged to Gabriel Francisco Junqueira, the Baron of Alfenas, who is assigned to be responsible for the formation of the breed. Gentleness and comfort characterize the Mangalarga Marchador, which is a result of a cross between animals brought from Alter do Chão stud farm in Portugal, with horses selected by the creators of the mining region. Intelligence, rusticity, resistance and the march, differentiated from other marchadores in the world, makes the Mangalarga Marchador breed unique and captivating. A presidential decree sanctioned law No. 12975, on May 19th, 2014, declaring the Mangalarga Marchador a National bred horse, which composes this postal issue in the Diplomatic Relations series, and thereby spreading the values of the national equine of Brazil and Slovenia.

Brazilian Association of Mangalarga Marchador horse Breeders (ABCCMM)


LIPIZZANER - the amazing horse


Slovenia is one of the smallest and newest countries of the globe, which appeared on the world maps in 1991, and therefore is celebrating 25 years of its independence. The peculiarity that marks the country is undoubtedly its geographical position in the context of four major European regions - the Alps, the dinárica, the Pannonian and the Adriatic Sea. The country has 2 million inhabitants, being known for the wealth of their forests and exuberance of the fauna, of which stands out the  horse of the race LIPIZZANER, established in Lipica, a small town on the coast, near the border with Italy. Since 2004, Slovenia is a member of the European Union and NATO - North Atlantic Treaty Organization, highlighted by landmarks of their presence in 2007 in the Euro area, and in 2008 as President of the Council of the European Union. What makes this horse so special is the fact that it is born black and later, between five and seven years, becomes almost completely white. In addition, it has a special aptitude for classic dressage and to load railcars. The beauty and elegance of these horses have become famous around the world. The admirers of the LIPIZZANER breed are delighted by soft and elegant movements, only performed by horses with the maximum possible training. The ancestors of the LIPIZZANER breed have their origins in Lipica Stud farm, founded in May of the year 1580. The 19th of May 1580 is considered the beginning of the creation of the breed when Archduke of Habsburg, Carlos II, son of Caesar Ferdinando I of Habsburg, acquired the land of Lipica from the Bishop of Trieste. Afterwards he began to cross the horses of Lipica with noble breeds from Spain, Italy and the Arab  countries. The emergence of this breed has a strong link with the development of horse riding, based on classical dressage. The Lipica Stud farm raised horses for the famous Spanish riding school of Vienna and the Viennese Court, until the  beginning of the first world war in 1914. For centuries, various types of stallions  were raised, of which only six classic types are preserved: Majestic, Neapolitano,  Conversano, Favory and Pluto in Siglavy. In the same period 17 generations of mares have been preserved. The names Lipicanec and Lipica Stud farm are  associated with the story of a Linden tree, (Slovene Large-leaf), which represents  one of the national symbols of Slovenia. In the fourteenth century,  where the Lipica Stud farm currently is situated, there was a winery with the name Pri lipici (next to the Linden), which is the origin of the name of the city and  later of the horse breed. The stamps issued by the Brazilian Post highlights the  breeds MANGALARGA MARCHADOR and LIPIZZANER, consecrated by nobility, and  representing the pride of Brazil and Slovenia, united in the Diplomatic Relations  Series.

Alain Brian Bergant

Ambassador of the Republic of Slovenia in Brazil

5 visualizações

Filatelia é colecionar selos!

© 2020 por SOCIEDADE PHILATELICA PAULISTA

  • Instagram B&W
pwo-logo.gif