Marcas de entrada na França pela via inglesa de 1800 a 1860 | Philippe Damian e Klerman Lopes

Philippe Jean Damian

Klerman Wanderley Lopes

Janeiro 2003


Quando as correspondências entre o Brasil e a França são examinadas, observa-se a dificuldade de se encontrar cartas transportadas por navios ingleses. Mas antes de 1836, é possível encontrar cartas postadas na Inglaterra por intermédio de um “forwarder” e depois encaminhadas na França. Por essa razão, as marcas de entrada en França sobre cartas vindo da Inglaterra são apresentadas a partir de 1800, começando pela marca linear negra “ANGLETERRE”, cujo um exemplo de utilização sobre uma carta de 1819, é mostrada abaixo:

Salles Fig. 340 Van der Linden 164

Utilizada a partir de 1791 em diferentes agências de entrada na França.


1819 - CARTA DO RIO DE JANEIRO DE 27 DE JULHO DE 1819 ENDEREÇADA A HONFLEUR E ENVIADA POR PORTADOR ATÉ A INGLATERRA. RECEBIDA EM LONDRES PELO “FORWARDER”- “E. LINTO & CO” QUE A ENCAMINHOU PAGANDO A POSTAGEM DE 2 SHILLINGS 4 PENCE (2º PORTE), REFERENTE AO TRAJETO ATÉ O PORTO DE ENTRADA NA FRANÇA. MARCA NEGRA DE ENTRADA NA FRANÇA “ANGLETERRE” E TAXA DE 17 DÉCIMOS DE FRANCO A SER PAGA PELO DESTINATÁRIO [CARTA DE 8G À 10G PAGANDO UM PORTE E MEIO: UM PORTE É COMPOSTO DE 6 DÉCIMOS PELO TRAJETO INGLATERRA-CALAIS MAIS 5 DÉCIMOS - REFERENTE AO TRAJETO DE CALAIS A HONFLEUR (200 A 300KM SEGUNDO A TARIFA DE 1806)]. (Coll. KWL).

Salles Fig. 349 Van der Linden 157

A partir de 1839 as cartas vindas da Grã-Bretanha recebiam na França um carimbo datador com as palavras “ANGL” e “CALAIS”, acrescidas de um número indicativo da agência onde era aplicado.


Tínhamos assim:

  • “ANGL/ 1 CALAIS 1” em Calais

  • “ANGL/ 2 CALAIS 2” em Paris

  • “ANGL/ 3 CALAIS 3” em Boulogne


O carimbo datador “Salles Fig. 349” foi utilizado em negro em 1839 e em vermelho de 1839 a 1846. Possívelmente aplicado em Calais. A partir de 1943, acompanhava as marcas de intercâmbio “Col. & c. Art. 12” e “Col. & c. Art. 13” :


1845 - LETTRE DE RIO DE JANEIRO DU 28 MAI 1845 POSTÉE AU CONSULAT BRITANNIQUE DE RIO ET ADRESSÉE AU HAVRE. LA LETTRE PASSE PAR LONDRES OÙ SONT APPLIQUÉS LE CACHET CIRCULAIRE DE PASSAGE DU 27 JUILLET 1845 ET LA MARQUE RECTANGULAIRE “COLONIES & C. ART. 12.” CACHET ROUGE D’ENTRÉE EN FRANCE “ANGL. 1 CALAIS 1” DU 29 JUILLET ET AU VERSO, CACHET D’ARRIVÉE AU HAVRE LE MÊME JOUR. TAXE DE 15 DÉCIMES À PAYER PAR LE DESTINATAIRE (10 DÉCIMES POUR L’ANGLETERRE ET 5 DÉCIMES POUR LE TRAJETCALAIS-LE HAVRE SELON LE TARIF DE 1828 LETTRE DE7,5G À 10G POUR UNE DISTANCE DE 150KM/220KM]). (COLL. KWL).

De Junho de 1843 a setembro de 1849 a entrada das cartas por via da Inglaterra se fazia por Boulogne e o seu carimbo de entrada era acompanhado das marcas de intercâmbio utilizadas no mesmo periodo:


Salles fig. 1174 Van der Linden 153

O carimbo datador “Salles Fig. 1174” foi utilizado em vermelho de junho de 1843 a setembro de 1846, provávelmente aplicado em Paris-Étranger. Acompanhava as marcas de intercâmbio “Col. & c. Art. 12” e “Col. & c. Art. 13”, como exemplificado abaixo:

1844 - Carta do Maranhão de 22 de março de1844 para Barcelona, enviada em mãos até Liverpool. Recebida pelo “forwarder” “March irmãos” em 24 de maio, é postada em Liverpool. Trânsito por Londres em 30 de maio, onde recebe o carimbo “Paid” e a marca oval “PF”, indicando o pagamento até a fronteira da Espanha. Porte manuscrito inglês “5+5=10 pence” (“5 pence” pelo trajeto inglês + “5 pence” pelo trajet francês segundo a convenção de 1843). Carimbo vermelho de entrada na França “ANGL. 2 BOULOGNE 2” de 1º de junho de 1844, aplicado em Paris- Étranger. Taxa de 10 Reales (em vermelho) a pagar pelo destinatário.No verso, carimbo circular de chegada tipo I “BARCELONA 5 CATALUÑA” (J. Guinovart T1, pg. 141 fig. 34) de 8 de junho de 1844.



Os carimbos datadores “Salles Fig. 1175 e 1176 ” foram utilizados em negro de janeiro de 1848 a setembro de 1849. Possívelmente aplicados em Paris-Nord, acompanhavam a marca de intercâmbio “Col. & c. Art. 13”.


Salles fig. 1175 Van der Linden 154

Salles fig. 1176 Van der Linden 155

1847 - Carta da Bahia de 18 de dezembro de 1847 endereçada à Honfleur e transportada por navio britânico de comércio. Recebe à chegada na Inglaterra a marca “Swansea/Ship Letter” (verso) e é encaminhada a Londres, onde são aplicados a marca retangular “Colonies & c. Art. 13.” (Salles T3, pg. 150 fig. 1164) e o porte manuscrito de 8 pence correspondente à tarifa inglesa para as cartas transportadas por navios mercantes. No verso o carimbo de trânsito inglês de 6 de fevereiro de 1848. Carimbo vermelho de entrada na França “Angl./ 2 Boulogne 2 ” (Salles T3 fig. 1174, pg. 154) de 8 de fevereiro, aplicado em Paris-Étranger. e, no verso, chegada a Honfleur em 9 de fevereiro de 1848. Taxa de 18 décimos a pagar pelo destinatário, sendo 10 décimos para a Inglatyerra segundo a convenção de 1843 - M. Chauvet pg. 92 - e 8 décimos pelo trajeto Boulogne- Honfleur segundo a tarifa de 1828. [Carta de 71/2 à 10gr. para uma distância de 150 a 220km]). (Coll. KWL).

A partir de setembro de 1849 as entradas passaram a ser feitas por Calais.


Salles fig. 1177 Van der Linden 158

O carimbo datador “Salles Fig. 1177” foi utilizado em negro de setembro de 1849 a dezembro de 1854. Possivelmente aplicado em Paris-Nord, onde era feita a triagem das cartas. Sempre acompanhava a marca de intercâmbio “Col. & c. Art. 13”, como no exemplo a seguir:


1854 - Carta do Rio de Janeiro para Chalons-Sur-Saône de 14 de outubro de 1854, enviada pelo navio “Thames” da “Royal Mail”. Transitou por Londres, onde foram aplicados o carimbo circular de passagem de 13 de novembro e a marca retangular “Colonies & c. Art. 13.”. Carimbo negro “ANGL. 2 CALAIS 2” de entrada na França de 14 de novembro aplicado em “Paris-Nord”. Taxa de 30 décimes a pagar pelo destinatário. No verso, carimbos de passagem em Paris e Lyon do dia 15, chegando ao destino em 16 de novembro de 1854. (Coll. KWL).

Esse mesmo carimbo foi usado na cor vermelha em “Paris-Étranger” de setembro de 1849 a junho de 1855.


1854 - Carta do Rio de Janeiro a Paris de 9 de Janeiro de 1854, enviada por navio de comércio que aportou em Liverpool. Ali recebeu em 10 de fevereiro o carimbo retangular “LIVERPOOL SHIP FE 10 1854”, usado nas cartas não franqueadas (Robertson type S18, T2 pg. E.153). Passagem por Londres onde foi aplicada a marca “Colonies & c. Art. 13.”. Carimbo vermelho de entrada na França “ANGL. 2 CALAIS 2” de 12 de fevereiro de 1854, aplicado em “Paris-Étranger”. No verso, carimbo de distribuição do mesmo dia. Taxa de 30 décimes (peso de 8g anotado ao alto, à esquerda) a pagar pelo destinatário. (Coll. KWL).

O carimbo datador “Salles Fig. 1178” foi utilizado em negro de dezembro de 1851 a janeiro de 1855. Possivelmente aplicado em Paris-Nord nas chegadas do correio ambulante diurno Calais à Paris1.


Salles fig. 1178 Van der Linden 138

1852 - Carta postada no Consulado Britânico do Rio de Janeiro para Bordeaux de 13 de agosto de 1852 enviada pelo navio “Teviot” da “Royal Mail”. Transitou por Londres, onde foram aplicados o carimbo circular de passagem de 11 de setembro e a marca retangular “Colonies & c. Art. 13.”. Carimbo negro “ANGL. (AM1) CALAIS 2” de entrada na França de 12 de setembro aplicado em “Paris-Nord”. Taxa de 15 décimos a pagar pelo destinatário. No verso, carimbos de passagem em Paris do dia 12 e de chegada a Bordeaux de 13 de setembro de 1852. (Coll. KWL).

O carimbo datador “Salles Fig. 1179” foi usado em negro de dezembro de 1851 a janeiro de 1855, possívelmente aplicado em Paris-Nord nas chegadas do correio ambulante noturno Calais à Paris 2. O carimbo “1179 bis” é uma variante onde “CALAIS” está grafado mais próximo a “(AM. 2)”.


Salles fig. 1179 Van der Linden 139

Salles fig. 1179 bis Van der Linden 140

O carimbo datador negro “Salles Fig. 1181” foi utilizado por engano em 16 de junho de 1855, em algumas cartas procedentes da América do Sul. Essas cartas receberam a marca “Col. & c. Art. 13”.


Salles fig. 1181

1855 - Carta para Marseille postada no Consulado Brtânico do Rio de Janeiro em 14 de maio de 1855, enviada pelo navio “Great Western” da “Royal Mail”. Transitou por Londres, onde foram aplicados o carimbo circular de passagem de 15 de junho e a marca retangular “Colonies & c. Art. 13.”. Carimbo ambulante negro “CALAIS À PARIS” de 16 de junho aplicado como carimbo de entrada. Taxa de 15 décimes a pagar pelo destinatário. (Coll. KWL).

A partir de 1857 o carimbo datador “Salles Fig. 355 bis” começou a aparecer sobre as cartas enviadas ao Havre por via da Inglaterra, aplicado em sua parte frontal e acompanhado do carimbo de taxa de 8 décimos ou seus múltiplos. No verso, o carimbo consular britânico do porto de embarque. Foi utilizado até 1871.


Salles fig. 355 bis Van der Linden 188

A partir de fevereiro de 1855 foi introduzido o carimbo ambulante “ANGL./AMB. CALAIS” (Salles Fig. 1182). Sempre contendo letras de A a M, representando cada uma delas as brigadas de triagem. Foi utilizado em negro ou em vermelho até 1875, sendo que a partir de 1860 apareceu apenas em cartas brasileiras despachadas pelas Agências Consulares Britânicas


Salles fig. 1182 A/M Van der Linden 133

1858 - Carta da Bahia de 10 de setembro de 1858 endereçada a Colzinne (Bélgica), transportada pelo “Tamar” da “Royal Mail”. Passagem por Londres em 4 de outubro, recebendo a marca “GB 1F 60C”. Carimbo negro de entrada na França “ANG . AMB. CALAIS A” de 4 de outubro. Taxa a pagar de 20 décimes. (Coll. KWL).

Bibliografia:

ALEXANDRE, J. P. , BARBEY C. , BRUN J. F. , DESARNAUD, G. , Les tarifs postaux français 1627-1969, Ed. Brun & Fils, 1989, Paris.

CHAUVET, Michelle, Les relations de la France avec l’Angleterre de 1670 à 1849, Ed. Brun & Fils, 2001, Paris.

SALLES, Raymond, La Poste Maritime Française, Tome I, III et VIII, published by James Bendon, Limassol, 1992 et 1993.

Van der LINDEN, James, Catalogue des marques de passage, Ed. SOLUPHIL, Luxembourg, 1993. Collection Klerman Wanderley Lopes “Correspondances passant par les voies maritimes Brésil- France au siècle XIX”.


Artigo gentilmente cedido pelo autor.

43 visualizações

Filatelia é colecionar selos!

© 2020 por SOCIEDADE PHILATELICA PAULISTA

  • Instagram B&W
pwo-logo.gif