Lançamento | Pôr do Sol


Sobre os Selos

A folha é composta por 15 fotografias de Pôr do Sol, contemplando as 5 regiões do Brasil, sendo 3 fotos de cada região. As técnicas utilizadas foram fotografia e computação gráfica.


Pôr do Sol

O sol! A grande estrela do nosso sistema que nos aquece, nos ilumina, nos dá energia, calor e alegria. Afinal, quem é que não se pegou olhando o céu com o astro-rei e não sorriu? Em cada aparição o sol traz novidades para nos revigorar. O sol e a Terra juntos fazem uma dança perfeita, um espetáculo de cores, nuances, estações, tudo no compasso dando o ritmo da vida.

Cientificamente, nosso planeta realiza um movimento de rotação, girando ao redor dele mesmo, enquanto também gira lentamente em translação ao redor do sol, e a cada volta que ele dá ao redor de si dura 24 horas. O cálculo para saber o horário exato que ocorrerá o pôr do sol é baseado em fórmulas de astronomia, que calcula a duração do dia, para qualquer lugar do planeta. Após o cálculo divide-se este tempo em 2 partes, subtraindo uma parcela do meio-dia, para obter o nascer do dia e somando a outra parcela igual ao meio dia, para obter o horário do pôr do sol. Há casos em que é necessário se fazer uma correção de alguns minutos caso a cidade não fique exatamente em cima do meridiano do fuso horário local. Entretanto, apesar de todos os cálculos, o pôr do sol é aquele momento em que o astro se esconde na linha do horizonte, anunciando o início da noite e se despedindo de mais um dia. Na natureza, é hora de repousar para recomeçar. Também é oportunidade de encerrar os deveres e trabalhos diários e viver os prazeres.

Como podemos entender o significado deste fenômeno para além de um evento científico? O Pequeno Príncipe, personagem do famoso livro de Antoine de Saint-Exupéry de mesmo nome, afirma: “as pessoas deveriam ver o pôr do sol pelo menos uma vez por dia”. O pôr do sol é aquele tipo de acontecimento que arranca suspiros, que nos faz pausar tudo que estamos fazendo para apenas observar. É unânime o efeito embasbacador que este lindo espetáculo da natureza tem em todos nós. Não à toa, foram criados espaços para que os carros possam estacionar, os quartos de hotéis cuja vista estão posicionados para o oeste são mais caros, casamentos, declarações, episódios românticos costumam acontecer nesse horário, as histórias dos livros o usam como cenário, e as fotografias tiradas dele costumam surpreender.

Contemplado, admirado, ovacionado, o pôr do sol traz paz, calma, uma imensa sensação de gratidão por tudo que foi realizado, conquistado, vivido. É simultaneamente o fim e o recomeço. Uma nova chance de se fazer diferente, de acalmar a mente e sermos a nossa melhor versão quando ele reaparecer. No Brasil, país vasto e de paisagens diversas, ele pode ganhar múltiplas formas, cores e reflexos, a depender das características naturais e urbanas de cada região.

Homenageado nas várias expressões artísticas, como filmes, músicas, poesias, versos, pinturas, o sol agora ganha forma inédita também em nossa arte em miniatura com esta emissão especial Pôr do sol que traz as cinco regiões do Brasil representadas em 15 fotografias demostrando a riqueza e a diversidade nacional pelo olhar peculiar de cada autor.

Resultado de uma ação de endomarketing em que o público interno dos Correios teve a oportunidade de apresentar o pôr do sol através sua lente, esta emissão tem um quê todo especial por valorizar o que os Correios tem de melhor: os empregados. As cinco regiões do Brasil foram muito bem representadas em fotografias únicas. Ao todo, foram mais de 1.000 inscritos. Dentre as inscrições válidas foram: 37% do Sudeste, 25% do Nordeste, 20% do Sul, 10% Centro-Oeste, 8% Norte. Inicialmente a emissão contaria com um selo de cada região, mas com tantas fotografias expressando as diferentes belezas do Brasil, este número triplicou. E, assim, contamos com o trabalho estampado em selos dos 15 artistas nomeados a seguir.

Para a Região Norte, Rosinaldo Azevedo Santos, capturou um momento belíssimo na Praia da Beja, em Abaetetuba, Pará. Já o estado do Tocantins foi representado pela foto de Neivo Soares Guimarães da Praia da Graciosa, em Palmas, às margens do rio Tocantins e um local de diversão e apreciação do pôr do sol na cidade. Já Francisco Ronaldo Neves da Silva nos proporciona um belo clique direto do Amazonas, da cidade Presidente Figueiredo.

No Nordeste, Mônica Alves Guimarães nos presenteia com seu olhar sobre a praia do Mosqueiro, em Aracajú, Sergipe, um dos balneários mais bonitos e visitados da região. Na Bahia, Márcia Tereza Dias de Oliveira registrou a Barra do Itariri, em Conde, onde o rio se encontra com o mar. Patrícia Fernandes Cardoso escolheu o fim do dia no maravilhoso arquipélago de Fernando de Noronha, em Pernambuco.

No Centro-Oeste, os 3 escolhidos são do estado de Goiás. Rauphe Cassimiro da Silva fez o registro do crepúsculo alaranjado e púrpura, típico do cerrado, em Acreúna. Já Carlos Moura Júnior mostrou o Rio São Francisco refletido nas cores douradas do fim do dia, em Quirinópolis. O pôr do sol no Jardim de Maytrea, da mística cidade de Alto Paraíso, na Chapada dos Veadeiros foi capturado em tons avermelhados pela lente de Virggillius Giorggius Esttacius Ferreira Maia.

O Sudeste é representado com a bela foto de Ana Paula Soares de Ouro Preto, na qual o sol se esconde atrás da paisagem natural e da arquitetura típica desta cidade histórica de Minas Gerais. Os raios solares refletidos na água são o grande destaque da fotografia de Priscila Verginia de Campos Frattini, tirada na Praia Grande de Arraial do Cabo, no Rio de Janeiro. O pôr do sol paulista, da cidade de Presidente Epitácio, ganha intensidade e beleza pela lente de Ariane Cristina Dutra.

Na região Sul, Antônio Sérgio de Sena Vaz fez um clique dos moinhos de vento do Albardão, na cidade de Rio Grande, Rio Grande do Sul, emoldurados por reflexos encarnados. A capital gaúcha aparece pelas lentes de Ayrton Castro de Oliveira, em um interessante encontro do rio com o sol. Já Lucy Juliana Reiter Kleinowski retrata uma composição única em uma paisagem urbana e campestre.

Nossa Emissão Especial Pôr do Sol tem o lançamento no Dia do Sol, 03 de maio de 2022, e vem para iluminar e deixar a Filatelia ainda mais colorida e cheia de boas energias.


Detalhes Técnicos

Edital nº 3

Fotos:

Rosinaldo Azevedo Santos

Neivo Soares Guimarães

Francisco Ronaldo Neves da Silva

Mônica Alves Guimarães

Márcia Tereza Dias de Oliveira

Patrícia Fernandes Cardoso

Rauphe Cassimiro da Silva

Carlos Moura Júnior

Virggillius G. E. Ferreira Maia

Ana Paula Soares

Priscila Verginia C. Frattini

Ariane Cristina Dutra.

Antônio Sérgio de Sena Vaz

Ayrton Castro de Oliveira

Lucy Juliana Reiter Kleinowski

Processo de Impressão: Ofsete e cor especial

Papel: cuchê gomado

Folha com 15 selos

Valor facial: 1º Porte da Carta

Tiragem: 150.000 selos

Área de desenho: 40 x 30mm

Dimensão do selo: 40 x 30mm

Picotagem: 11,5 x 12

Data de emissão: 3/5/2022

Locais de lançamento: Abaetetuba-PA, Belém-PA, Palmas-TO, Presidente Figueiredo-AM, Boa Vista-RR, Aracaju-SE, Conde-BA, Salvador-BA, Rio de Janeiro, Fernando de Noronha-PE, AcreúnaGO, Quirinópolis-GO, Alto Paraíso-Go, Goiânia-GO, Ouro Preto-MG, Arraial do Cabo-RJ, Presidente Epitácio, SP, São Paulo-SP, Bauru-SP, Porto Alegre-RS, Florianópolis-SC e Fortaleza-CE

Impressão: Casa da Moeda do Brasil


edital_3_2022_por_do_sol
.pdf
Download PDF • 136KB

 

Special Postal Issue | The Sunset


About the Stamps

The sheet is composed of 15 sunset photographs, contemplating the 5 regions of Brazil, with 3 photos of each region. The techniques used were photography and computer graphics


Sunset

The sun! The great star of our system that warms us, illuminates us, gives us energy, warmth, and joy. After all, who hasn’t caught themselves looking at the sky with this star and smiled? At each appearance the Sun brings new things to invigorate us. The sun and the Earth together make a perfect dance, a show of colors, nuances, seasons, everything in rhythm with the rhythm of life.

Scientifically, our planet makes a rotation movement, revolving around itself, while it also slowly revolves in translation around the sun, and each revolution it makes around itself lasts 24 hours. The calculation to know the exact time that the sunset will occur is based on astronomical formulas, which calculate the length of the day for any place on the planet. After the calculation, this time is divided into 2 parts, subtracting a portion from noon, to obtain the sunrise time, and adding the other portion equal to noon, to obtain the sunset time. There are cases in which it is necessary to make a correction of a few minutes if the city is not exactly on top of the meridian of the local time zone. However, despite all the calculations, the sunset is that moment when the star hides in the horizon line, announcing the beginning of the night and saying goodbye to another day. In nature, it is time to rest and start over. It is also an opportunity to put an end to daily duties and work, and to experience pleasures.

How can we understand the meaning of this phenomenon beyond a scientific event? The Little Prince, a character from Antoine de Saint-Exupéry’s famous book of the same name, says, “people should see the sunset at least once a day”. The sunset is the kind of event that makes you sigh, that makes you pause everything you are doing just to watch. It is unanimous the overwhelming effect that this beautiful spectacle of nature has on all of us. Not by chance, spaces have been created so that cars can park, hotel rooms with a view to the west are more expensive, weddings, declarations, romantic episodes usually happen at this time, stories in books use it as a backdrop, and photographs taken of it are often surprising.

Contemplated, admired, applauded, the sunset brings peace, calm, an immense feeling of gratitude for everything that has been accomplished, conquered, lived. It is simultaneously the end and the new beginning. A new chance to do differently, to calm our minds and be our best version when it reappears. In Brazil, a vast country with diverse landscapes, it can take on multiple forms, colors, and reflections, depending on the natural and urban characteristics of each region.

Honored in various artistic expressions, such as films, music, poetry, verses, and paintings, the sun now also gains an unprecedented form in our miniature art with this special sunset issue that brings the five regions of Brazil represented in 15 photographs showing the richness and diversity of the country through the peculiar eyes of each author.

Result of an endomarketing action in which the internal public of Correios had the opportunity to present the sunset through their lens, this issue has something very special for valuing what Correios has best: its employees. The five regions of Brazil were very well represented in unique photographs. In all, there were more than 1,000 entries. Among the valid entries were: 37% from the Southeast, 25% from the Northeast, 20% from the South, 10% Center-West, 8% North. Initially the issue would have had one stamp from each region, but with so many photographs expressing the different beauties of Brazil, this number tripled. And so, we have the work stamped on stamps by the 15 artists named below.

For the North Region, Rosinaldo Azevedo Santos, captured a beautiful moment on Beja Beach, in Abaetetuba, Pará. The state of Tocantins was represented by Neivo Soares Guimarães’ photo of Graciosa Beach, in Palmas, on the banks of the Tocantins River, a place of fun and sunset appreciation in the city. Francisco Ronaldo Neves da Silva gives us a beautiful click directly from the city of Presidente Figueiredo, in Amazonas.

In the Northeast, Mônica Alves Guimarães presents us with her look at the Mosqueiro beach in Aracajú, Sergipe, one of the most beautiful and visited beach resorts in the region. In Bahia, Márcia Tereza Dias de Oliveira registered the Barra do Itariri, in Conde, where the river meets the sea. Patrícia Fernandes Cardoso chose to represent the end of the day at the wonderful archipelago of Fernando de Noronha, in Pernambuco.

In the Midwest, the 3 chosen photos are from the state of Goiás. Rauphe Cassimiro da Silva registered the orange and purple twilight, typical of the cerrado, in Acreúna. Carlos Moura Júnior showed the São Francisco River reflected in the golden colors at the end of the day, in Quirinópolis. The sunset in the Jardim de Maytrea, in the mystical town of Alto Paraíso, in the Chapada dos Veadeiros was captured in reddish tones, by Virggillius Giorggius Esttacius Ferreira Maia.

The southeast is represented with Ana Paula Soares’ beautiful photo of Ouro Preto, in which the sun hides behind the natural landscape and typical architecture of this historic city in Minas Gerais. The sunrays reflected on the water are the highlight of Priscila Verginia de Campos Frattini’s photograph, taken at Praia Grande in Arraial do Cabo, Rio de Janeiro. The sunset in the city of Presidente Epitácio, São Paulo, gains intensity and beauty through the lens of Ariane Cristina Dutra.

In the South, Antônio Sérgio de Sena Vaz made a click in which the windmills of Albardão, in the city of Rio Grande, Rio Grande do Sul, are framed by red reflections. The capital of the state, Porto Alegre, appears through the lens of Ayrton Castro de Oliveira, in an interesting meeting of the river with the sun. Lucy Juliana Reiter Kleinowski portrays a unique composition in an urban and countryside landscape.

Our Sunset Special Issue will be launched on the International Sun Day, May 3rd, 2022, and comes to brighten up philately and make it even more colorful and plenty of good energies.


Technical Details

Stamp issue N. 3

Photos:

Rosinaldo Azevedo Santos

Neivo Soares Guimarães

Francisco Ronaldo Neves da Silva

Mônica Alves Guimarães

Márcia Tereza Dias de Oliveira

Patrícia Fernandes Cardoso

Rauphe Cassimiro da Silva

Carlos Moura Júnior

Virggillius G. E. Ferreira Maia

Ana Paula Soares

Priscila Verginia C. Frattini

Ariane Cristina Dutra.

Antônio Sérgio de Sena Vaz

Ayrton Castro de Oliveira

Lucy Juliana Reiter Kleinowski

Print system: offset and spot ink

Paper: gummed chalky paper

Sheet with 15 stamps

Facial value: 1st class rate for domestic mail

Issue: 150,000 stamps

Design area: 40 x 30mm

Stamp dimensions: 40 x 30mm

Perforation: 11.5 x 12

Date of issue: May 3rd, 2022

Places of issue: Abaetetuba-PA, BelémPA, Palmas-TO, Presidente FigueiredoAM, Boa Vista-RR, Aracaju-SE, Conde-BA,

Salvador-BA, Rio de Janeiro, Fernando de Noronha-PE, Acreúna-GO, QuirinópolisGO, Alto Paraíso-Go, Goiânia-GO, Ouro

Preto-MG, Arraial do Cabo-RJ, Presidente Epitácio, SP, São Paulo-SP, Bauru-SP, Porto Alegre-RS, Florianópolis-SC and

Fortaleza-CE

Printing: Brazilian Mint

11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo