Lançamento: Centenário da Sociedade Philatelica Paulista


Sobre o Bloco

O Bloco com três selos apresenta em sua lateral esquerda a fachada do edifício localizado no Largo do Paissandú, onde em seu 17º andar está localizada a Sede Própria da SPP. No topo, o título da emissão, Centenário da Sociedade Philatelica Paulista, 1919-2019. Na base inferior, o logotipo da Exposição Brapex 2019, cuja organização está a cargo dessa Associação. Na lateral direita, encontram-se três selos que homenageiam a SPP. O primeiro deles, ao alto, estampa o logotipo da Sociedade Philatelica Paulista, em suas cores tradicionais, vermelho e amarelo. Ao centro, a imagem do fundador e primeiro diretor da SPP, William Edward Lee. Abaixo, a imagem do selo retrata o cartão-postal em homenagem aos estudantes Martins, Miragaia, Drausio e Camargo, MMDC, sigla símbolo da Revolução Paulista, de 1932, com a inscrição em latim: In Hoc Signo Vinces (“Com este sinal vencerás”). Foram utilizadas as técnicas de fotografia e computação gráfica.


About the Souvenir Sheet

The souvenir sheet with three stamps presents on its left side the facade of the building located in Largo do Paissandú, where on its 17th floor is located the Headquarters of SPP. At the top, the title of the issue, Centenary of the São Paulo Philatelic Society, 1919-2019. At the bottom, the trademark of the Brapex Exhibition 2019, whose organization is in charge of this Association. On the right side, there are three stamps that honor the SPP. The first of them, on top, stamped the trademark of the São Paulo Philatelic Society, in its traditional colors, red and yellow. At the center, the image of the founder and first director of SPP, William Edward Lee. Below, the image of the stamp depicts the postcard in honor of the students Martins, Miragaia, Drausio and Camargo, MMDC, acronym symbol of the Revolution of São Paulo of 1932, with the inscription in Latin: In Hoc Signo Vinces (“With this sign you will conquer”). The techniques of photography and computer graphics were used.


Centenário da Sociedade Philatelica Paulista 1919-2019

William Edward Lee foi fundador e primeiro presidente da SPP. Nasceu em Ponce, Porto Rico, em 30 de dezembro de 1875. Desde menino gostava de colecionar, sempre comprando selos para sua incipiente coleção. No início do século XX, vem para São Paulo onde funda uma sociedade de representações. Com o crescimento da empresa passa a dedicar-se a arte do colecionismo que se iniciava no Brasil, e funda a Sociedade Philatelica Paulista, em 30 de abril de 1919, em sua mansão, com a presença e adesão dos filatelistas: William Edward Lee, José Kloke, Lívio Zapparoli, José Vieira Costa Valente, Américo de Barros, Leonardo Schweitzer, Mario de Sanctis, Abrahão Braga, Heitor Sanchez, José Victor Buccione e Alexandre Buecken. Em julho de 1919 a Sociedade Philatelica Paulista instalou-se em sua primeira sede, à rua Libero Badaró, 142, o que permitiu a adesão de numerosos filatelistas, inclusive de todos os colecionadores de expressão a época. A intensiva atividade da primeira Diretoria, indicaram que a Sociedade Philatelica Paulista teria um futuro promissor. No ano de 1932, nos mês de julho, eclode em São Paulo uma revolta, conhecida como Revolução de 1932 ou Guerra Paulista. O movimento armado mobilizou todo o estado de São Paulo, entre julho e outubro de 1932, e tinha por objetivo derrubar o governo provisório de Getúlio Vargas e a convocação de uma Assembleia Nacional Constituinte. Durante o período revolucionário, a Sociedade Philatelica Paulista teve participação destacada no movimento, tendo em vista que as repartições federais e os respectivos serviços passaram a ser executados pelo Governo do Estado, e a Diretoria Regional dos Correios e Telégrafos foi colocada sob a dependência da Secretaria da Viação, como Inspetoria Geral dos Correios e Telégrafos. Com a redução dos estoques disponíveis de selos, o inspetor dos Correios, Sr. Manfredo Costa, expediu oficio ao presidente da Sociedade Philatelica Paulista, na época o Sr. Edgard Conceição, solicitando sugestões à inspetoria sobre os selos a serem emitidos. Assim, a SPP coordenou todo o processo de criação da Série de Selos da Revolução de 32, que resultou em belas emissões colocadas em circulação em 1932, inicialmente de uso local e após encerrado o Movimento, de uso nacional. O tradicional logo da Sociedade Philatelica Paulista apareceu pela primeira vez na capa do boletim da SPP de dezembro de 1934, em preto e branco. Ao longo do tempo ganhou a coloração vermelha e amarela que tanto caracteriza a sociedade. A sede própria da SPP, no Largo do Paissandú, nº 51, 17º andar, foi adquirida em novembro de 1971. Ao completar seu Centenário, a Sociedade Philatelica Paulista, carinhosamente tratada por SPP por seus associados e seguidores, vê cumprida seus objetivos traçados em sua fundação, realizando intensa promoção do colecionismo de selos, promovendo o intercâmbio de conhecimento entre os seus associados, atuando na edição de um boletim filatélico de destaque, além de ter formado uma das mais importantes e respeitadas bibliotecas filatélicas do Brasil. Nesta nova fase que se inaugura, a SPP renova seus objetivos de perpetuação deste maravilhoso hobby com a promoção de uma Exposição Filatélica Brasileira - BRAPEX 2019, a ocorrer no Centro Cultural dos Correios de São Paulo, de 6 a 10 de agosto de 2019

Sociedade Philatelica Paulista



Centenary of São Paulo Philatelic Society 1919-2019

William Edward Lee was the founder and first president of São Paulo Philatelic Society. He was born in Ponce, Puerto Rico, on December 30, 1875. Since he was a boy he liked to collect, always buying stamps for his incipient collection. At the beginning of the 20th century, he came to São Paulo where he founded a society of representations. With the growth of the company, he began to dedicate himself to the art of collecting which began in Brazil, and founded the Sociedade Philatelica Paulista – SPP (São Paulo Philatelic Society), on April 30, 1919, in his mansion, with the presence and adhesion of the philatelists: William Edward Lee, José Kloke, Lívio Zapparoli, José Vieira Costa Valente, Américo de Barros, Leonardo Schweitzer, Mario de Sanctis, Abrahão Braga, Heitor Sanchez, José Victor Buccione and Alexandre Buecken. In July 1919, the São Paulo Philatelic Society settled in its first headquarters, at Libero Badaró Street, 142, which allowed the adherence of numerous philatelists, including all expression collectors at that time. The intensive activity of the first Board of Directors indicated that the São Paulo Philatelic Society would have a promising future. In 1932, in the month of July, a revolt broke out in São Paulo, known as the Revolution of 1932 or the War of São Paulo. The armed movement mobilized the entire state of São Paulo between July and October 1932, and its objective was to overthrow the interim government of Getúlio Vargas and the convening of a National Constituent Assembly. During the revolutionary period, São Paulo Philatelic Society had a prominent participation in the movement, considering that the federal departments and their respective services were executed by the State Government, and the Regional Directorate of Post Office and Telegraphs Company was placed under the dependence of the Secretariat of the Motor Vehicles, as General Inspector of the Post Office and Telegraphs Company “Correios e Telégrafos”. With the reduction of the stocks of stamps, the Inspector of the Post Office Company, at the time Mr. Manfredo Costa, issued an official letter to the president of the São Paulo Philatelic Society, then Mr. Edgard Conceição, requesting suggestions to the inspector about the stamps to be issued. Thus, the SPP coordinated the whole process of creating the Stamp Series of the Revolution of 32, which resulted in beautiful emissions circulated in 1932, initially for local use and after the end of the Movement, for national use. The traditional trademark of the São Paulo Philatelic Society first appeared on the cover of the SPP newsletter of December 1934 in black and white. Throughout the time it gained the red and yellow coloration that characterize the society. The own headquarters of the SPP, in the “Largo do Paissandú”, N. 51, 17th floor, was acquired in November 1971. In its Centenary, the São Paulo Philatelic Society, affectionately called SPP by its associates and followers, fulfills its objectives set in its foundation, carrying out intense promotion of stamp collecting, promoting the exchange of knowledge among its members, acting in the edition of a prominent philatelic newsletter, in addition to having formed one of the most important and respected philatelic libraries in Brazil. In this new phase, SPP renews its objectives of perpetuating this wonderful hobby with the promotion of a Brazilian Philatelic Exhibition - BRAPEX 2019, to be held at the Cultural Center of the Correios Brasil in São Paulo from August 6 to 10, 2019.

São Paulo Philatelic Society


Detalhes Técnicos:

Edital nº 5

Arte: Laura Uña, Reinaldo Macedo e Ygor Chrispin

Processo de Impressão: ofsete

Papel: cuchê gomado

Bloco com 3 selos

Valor facial: R$ 4,55 (2 selos de R$ 1,30 e 1 selo de R$ 1,95)

Tiragem: 20.000 blocos

Área de desenho: 33 x 33mm

Dimensão do selo: 38 x 38mm

Picotagem: 11,5 x 11,5

Data de emissão: 30/4/2019

Local de lançamento: São Paulo/SP

Impressão: Casa da Moeda do Brasil


Technical Details

Stamp issue N. 5

Art: Laura Uña, Reinaldo Macedo and Ygor Chrispin

Print system: offset

Paper: gummed chalky paper

Souvenir sheet with 3 stamps

Facial value: R$ 4,55 (two R$ 1.30 stamps and one R$ 1.95 stamp)

Issue: 20,000 souvenir sheets

Design area: 33 x 33mm

Stamp dimensions: 38 x 38mm

Perforation: 11.5 x 11.5

Date of issue: April 30th , 2019

Place of issue: São Paulo/SP

Printing: Brazilian Mint




0 visualização

Filatelia é colecionar selos!

© 2020 por SOCIEDADE PHILATELICA PAULISTA

  • Instagram B&W
pwo-logo.gif