5º Encontro Filatélico e Numismático de Ribeirão Preto
25/03/2014
Exposição/Palestra “Aves Urbanas”
31/03/2014
Exibir tudo

Sobrecarta D. José I Rei de Portugal

Em sua ultima venda sob ofertas, a Neumann Filatelia colocou a venda uma sobrecarta enviada de Lisboa no ano de 1777 tendo como destinatário D. Antonio de Noronha, Chefe do Conselho, Governador e Capitão Geral da Capitania de Minas Gerais.


                                Sobrecarta de 29 de Janeiro de 1777.

O seu remetente com assinatura e selo real era o Rei de Portugal D. José I, uma curiosidade desta missiva era que em seu interior assinava “Rainha” (D. Maria I), a carta é de 29 de janeiro de 1777, e ela só foi coroada em 24 de fevereiro do mesmo ano. Na data ela ainda não era a Rainha, mas assinava as correspondências porque D. José se encontrava muito doente.



D. Maria I

A filatelia tem como uma de suas características a curiosidade que ela desperta, neste caso essa sobrecarta tem diversos fatores que nos levam a pesquisar os seus principais atores e nos transportam ao passado causando assim um maior conhecimento histórico.

Vamos lá então viajar pela história:

D. José I, Rei de Portugal cognominado “O Reformador”,  foi herdeiro de D. João V falecido em 31 de julho de 1750, D. José foi coroado em 07 de setembro do mesmo ano tendo seu reinado durado até sua morte em 23 de fevereiro de 1777. (observemos que a missiva acima tem a data 29 de janeiro do mesmo ano, apenas 26 dias antes do falecimento do Rei)



D. José I – O Reformador


Seu reinado foi marcado por reformas não só institucionais como também de ordem estrutural, pois durante seu reinado mais precisamente em 1º de novembro de 1755, Portugal sofreu um terremoto de grandes proporções, seguido de o que hoje chamamos de tsunami e incêndios que destruíram principalmente Lisboa sua capital.

Desse catastrófico acontecimento, surgiu um elemento que até hoje causa controvérsias quanto as suas atitudes durante o reinado de D. José seu nome Sebastião José de Carvalho e Melo, conhecido com Marques de Pombal.

                          

                                             Marques de Pombal

Coube ao Ministro do Rei, o Marques, a glória de ter executado a reconstrução de Lisboa, que ele incumbiu o engenheiro-mor Manuel da Maia de redesenhar a planta da nova cidade.

As ruas foram traçadas retas e paralelas que convergem a uma praça majestosa e retangular que é conhecida hoje como Praça do Comércio – antigo Terreiro do Paço.


                 Praça do Comércio – antigo Terreiro do Paço

Como podem observar essa pequena sobrecarta pode nos levar a uma corrente de informações onde cada elo se  une a outro em intermináveis assuntos que podem ser dela conhecidos.

 

Ficando claro que a Filatelia alem de um grande hobby é sem duvida uma fonte inesgotável de cultura.


Fontes: História de Portugal
Joaquim Ferreira
2ª Edição 1951 – Editorial Domingos Barreira – Porto

Foto: Miguel Rodrigues de Magalhães – 2010