Série Cidades Históricas – Ouro Preto
24/06/2011
Filatelia para Cegos
26/06/2011
Exibir tudo

Palestra/ Raridades da França

Palestra realizada no ultimo dia 25/06/2011. Denis Forte, apresentou parte de sua Coleção da França.

PALESTRA “RARIDADES DA FRANÇA”
Palestrante: Denis Forte

No ultimo sabado, 25 de Junho de 2011, o associado Denis Forte apresentou diversos aspectos de sua coleção da França em uma palestra intitulada “Raridades da França”, que vem sendo montada desde seus 14 anos de idade.  Iniciou a palestra falando do período da pré-filatelia Francesa, iniciada em 1576 em Paris, e mostrando 2 envelopes de 1665 com marcas prováveis do distribuidor em Roubaix, já no primeiro período da organização postal da França. A França iniciou sua era filatélica apenas em primeiro de janeiro de 1849, posterior portanto ao Reino Unido, Brasil e Estados Unidos. A França aproveitou-se da experiência dos países anteriores para fazer estudos como os projetos Meillet e Pichot (tratamento químico do papel) e de Lowemberg como o chamado Baudruche (espécie de colagem de selo). Existiram diversos ensaios e provas que foram mostrados, como o papel mais fino, o papel com fio de seda, por exemplo. Além disso, foram mostradas peças como um par com assinatura no verso de Hulot, o galvanoplasta responsável oficial e um teste de verniz no 20 Cts.  A primeira emissão, já premiada em diversas exposições, mostrou ainda um Vermillon circulado, alguns recortes de selo que eram usados como “colchões” incluindo um de cor Vermillon em par, e exemplos de utilização com portes diversos com pares e combinações. Outros exemplos de coleção da França foram explorados, como cartões postais e suas variedades, comemorativos com ensaios e variedades e outra das coleções já exposta e premiada, a “França que comunica” com peças sobre jornal, formulário, avisos públicos, papeis jurídicos, selo telefone, selo para telégrafo, e até os chamados Balons Montés e Non Montés do período do cerco Prusso na França em 1870.
Ao final, mostrou um exemplo de fraude postal, com documentação completa, mostrando até uma carta do prefeito da cidade atestando que o réu era cidadão de boa fé e que a fraude fora executada por terceiro que recebeu o valor mas não repassou devidamente.
Uma vez mais a Sociedade Philatelica trouxe aos associados presentes a possibilidade de interagir com um de seus colecionadores aficionados pelo seu tema, e que contribuiu um pouco mais para que se enxergue a coleção da França com um olhar um pouco mais afiado. 

A PRIMEIRA EMISSÃO POSTAL DA FRANÇA

Introdução:

França,1848. Em fevereiro, em meio a um ambiente político efervescente após a queda da monarquia, discute-se a desvinculação entre o Correio e o Orçamento Geral. A Revolução de junho postergara para 24 de agosto a promulgação do Decreto referente às tarifas das correspondências. No “Aviso ao Público” está explicado o uso do selo e as tarifas postais, sem que se elimine ainda a alternativa de pagamento pelo receptor da carta. Sob o ponto de vista de concepção, no 1º de Setembro de 1848 a diretriz D6422 determina que os selos devam constar de uma figura igual para todas as tarifas, variando apenas as suas cores. Em 7 de setembro de 1848, J.J. Barre (Gravador Geral das  Moedas) e A. Hulot (Gravador Geral Adjunto e Diretor de Fabricação dos Selos Postais) submetem um estudo ao  Presidente da Comissão de Moedas. A impressão feita em tipografia sobre papel anteriormente revestido de um fundo de segurança litográfico incolor. Os valores iniciais previstos são os de 20 centavos em preto (alterado para azul, mas não emitido), o 40 centavos em azul (alterado para laranja) e o valor de um franco em vermelho de cor alaranjada denominado Vermillon. O selo de 20 centimes preto e o 1 franco Vermilon foram impressos respectivamente em 1º e 2º de janeiro de 1849. Posteriormente, o um franco passou a ser impresso em carmim. Os outros três selos que completam esta emissão foram emitidos em 1850. O 15 centimes verde, em 29 de julho; o 25 centimes azul em de julho, e o 10 centimes marrom em 12 de setembro.

Propósito da coleção

O propósito desta coleção é analisar a primeira emissão de selos Franceses em seu contexto cronológico. Para isto, examinaram-se selos e ensaios, oficiais ou não, papeis e cores diferentes, à luz com documentação adequada. A seguir foi analisada a emissão oficial e as cores existentes. Um segundo olhar permitiu identificar as obliterações e seus elementos de história postal. A coleção explorou assim a estética do selo desde a fase de sua concepção até a fase do uso do selo postalmente. Com contribuição secundária, foram identificadas pessoas e inivações que marcaram uma fase empreendedora inicial do uso do selo e que permitiram a qualidade e riqueza do material estudado há mais de um século.

Plano da coleção

1. Ensaios Oficiais
2. Ensaios não Oficiais
3. A Série
4. Uso Postal

Principais fontes Bibliograficas

Introduction À L’Histoire Postale de 1848 a 1878. Chauvet, Michéle, Brun, Jean François. Brun&Fils, 2007
Oblitérations de France sur timbres détachés. Mathieu, Armand, 1994.
Quand les Classiques de France nous sont Contés. Timbroscopie Hors Série 1989.
Timbres de France – Le Specialisé. Volume 1 – Yvert et Tellier, 2000.     

Veja abaixo uma pequena amostra de folhas da coleção:

 


Denis apresentando parte da coleção

Como de costume um grande numero de associados presentes

Idem a anterior

Denis durante a didatica de sua explanação

Idem anterior

Denis Forte, nosso sócio mantenedor  recebendo medalha comemorativa,” 90 anos SPP” das mãos de nosso Vice Presidente Sergio Marques da Silva.


Denis recebendo o diploma das mãos do presidente da SPP por sua  apresentação.

Após a palestra realizou-se o tradicional leilão de doação, tudo a lances iniciais de R$ 1,00. Em clima de descontração, caracteristica das atividades em nossa sede social, todos os associados presentes participaram. Venha voce tambem fazer parte do quadro de associados. Se voce ja é associado venha apresentar seus estudos e pesquisas, sua coleção é importante para podermos divulgar a filatelia. Em seus quase 93 anos de existencia a SPP destaca-se no incentivo a todos os colecionadores desde o mais jovem até o mais experiente, hoje com os recursos de divulgação os trabalhos e estudos filatélicos vão ficar gravados tanto em nosso Boletim como com maior alcance em nosso site. Voce é importante,  na divulgação desse hobby fascinante.